Tags

, , ,

Disney-Cruise-Line

Orlando é um dos destinos mais sonhados, visitados e revisitados inúmeras vezes pelos turistas brasileiros.  Conheço famílias que vão anos e anos seguidos para a Disney World, sabendo que as atrações do destino agradam em cheio os pequenos e os adultos.  Com esse cenário, acaba sendo natural que os brasileiros busquem cada vez mais opções de programas diferentes tendo Orlando como base: muitos visitam a Nasa, alguns passam o dia na cidade de Winter Park, outros preferem aproveitar algumas das praias próximas. Além dessas opções, os cruzeiros da Disney tem se tornado cada vez mais uma alternativa de sair um pouco da loucura do combo parques/compras.

Do Porto Canaveral, em Cabo Canaveral, partem a maior parte dos navios Disney que seguem para Caribe e Bahamas, mas é possível seguir para os mesmos destinos a partir de Miami.  Aliás, além desses dois portos, são muitos os portos de embarque dos navios da Disney: Barcelona, Dover (Ingaterra), Copenhagen, Texas, San Diego, Porto Rico e Vancouver.

Além da diversidade de portos, há também muitas possibilidades de destinos e duração dos cruzeiros.  Considerando isso, sugiro que você comece o seu planejamento pelo site de cruzeiros da Disney.  Logo na página inicial você pode selecionar uma data, destino e porto de embarque.

Mas o que considerar quando se está planejando um cruzeiro da Disney?  Além do básico (destino e duração) você deve ponderar alguns pontos importantes:

  • O tamanho do navio em que você quer embarcar: já vi algumas pessoas preferirem navios menores porque acham que as maiores embarcações ficam muito superlotadas.  A Disney dispõe de quatro navios: o Dream e o Fantasy  tem capacidade para 4.000 passageiros e o Magic e o Wonder acomodam 2.700 passageiros. No site é escolher o cruzeiro a partir do navio desejado.  Além de maiores e mais novos, os dois primeiros tem o famoso Aquaduck, uma espécie de toboágua transparente de onde é possível ver o navio e o mar.
  • Se o destino for o Caribe, é preciso estar atento à temporada de furacões, que vai de julho/agosto a novembro.  O Ricardo Freire tem um post bacana sobre isso aqui.  Tem que ter sangue frio e santo forte para encarar a temporada de furacões, mas vale a pena porque você acaba economizando um pouco na hora de fechar o cruzeiro.  Como disse o Riq, o risco é baixo; mas não pode bater o pé e fazer biquinho se você der de cara com um furacão nessa época.  Vou fazer um post sobre furacões mais adiante porque eu mesma vou na temporada pra lá. #sanguedebarata  #sãopedroémeucamarada.
  • Como comprar o passeio?  É possível fazer isso a partir do próprio site da Disney ou você pode utilizar o serviço de um agente de viagens autorizado a trabalhar com a Disney.  Muito embora seja fácil fazer a reserva pelo site, o agente sempre pode te ajudar a escolher um quarto com uma localização mais bacana e com um custo benefício bom.  Além disso, alguns deles conseguem oferecer créditos a serem usados em atividades no navio.  Eu reservei o meu com a Luciana Misura, mas tenho uma amiga que usou o serviço do Small World Vacations duas vezes e ficou bastante satisfeita também. Usar os serviços de um agente de viagens é uma comodidade excelente que não gera custo nenhum para o passageiro, então acho que vale bastante. Caso queria fazer a reserva diretamente, o blog Viajar hei tem um guia detalhadíssimo de como fazer tudo sozinho.
  • No momento da reserva, é preciso escolher o horário das refeições.  Tenha em mente que se você escolher o main seating o horário de jantar começará às 17h45 e o second seating começa às 20h15.  Acho que famílias com crianças menores tendem a escolher o jantar mais cedo por causa do horário de dormir dos pequenos.  Nós escolhemos o second seating para que a gente consiga aproveitar melhor os finais de tarde.  As famílias que jantam primeiro recebem ingressos para os shows que começam às 20h30 e as famílias do second seating assistem aos shows das 18h15.
  • Faça as reservas de atividades dentro e fora do navio com o máximo de antecedência possível.

Como tudo o que envolve a Disney, é possível encontrar milhares de dicas em diversos blogs, especialmente se você lê inglês.  Todos os aspectos da sua viagem devem considerar a realidade da sua família, então pesquise bastante antes de fechar a sua viagem de sonhos!

Em posts futuros falaremos sobre como minimizar os danos de um eventual encontro com um furacão e sobre as atividades dentro no navio.

Anúncios